Oliveira de Panelas "Pavarotti do Sertões"


Oliveira é poeta, escritor e repentista e cantador, viaja o mundo levando a cultura nordestina e o nome de Panelas 

Oliveira Francisco de Melo nasceu no sitio Contador município de Panelas PE, filho de Antonio Francisco de Melo e de Maria Virtuoza dos Santos desde criança demonstrava seu talento e interesse pela poesia, foi no sitio onde nasceu que aos 12 anos fez sua primeira cantoria incentivado pelos pais, aos 14 anos se tornou profissional, viajou a região e os estados de, Alagoas e Paraíba com vários poetas-cantadores, entre eles: João Vicente e Manoel Hermínio filhos de Panelas e Cupira respectivamente. 

Seu trabalho tem o objetivo de valorizar o cordel como um símbolo de resistência e arte aos costumes de nossa gente.
Oliveira carrega no nome a cidade que o viu nascer e ser reconhecido no mundo, já cantou para presidentes de países estrangeiros a exemplo: de Mário Soares e Fidel Castro e outros presidentes brasileiros, além de várias personalidades do mundo artístico, político e social.
Cantou para o Papa João Paulo II. Cantou três vezes para o cantor Roberto Carlos.
Já se apresentou em todo país, representando o Nordeste, foi jurado convidado pela Rede Globo, no Festival MPB-SHELL, tendo seu nome alinhado aos melhores músicos brasileiros.
Tem trabalho reconhecido internacionalmente pela imprensa da Portugal, Cuba, França e Estados Unidos, quando esteve se apresentando em 1996, 1997, 1998 e 2001, respectivamente. E em 2005, ano do Brasil na França, a convite das autoridades organizadoras, apresentou-se por duas vezes, em outubro (Poitiers – Paris) e em novembro (Toulouse – Paris). Esteve no mesmo mês de Outubro em Quito no Equador, se apresentando a convite da Conferência Internacional: PELA QUESTÃO INSTITUCIONAL DA EDUCAÇÃO PARA A AMÉRICA LATINA.
No ano de 2006 esteve em Vannes e Paris, onde realizou apresentações.
Escreveu diversos livros e mesmo distante da terrinha todos os anos vem a cidade onde reencontra os amigos e participa da Missa do Vaqueiro onde sua apresentação se tornou um espetáculo a parte.







Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.